Mapeamos  toda
pra
voce.

 
 
Cadastre seu e-mail para receber nossos informativos.
 
 





Compartilhar


Publicado em 26/07/2022


RESENHA DA VIDA



Levantar, trabalhar, dormir. Dormir, levantar e trabalhar. O que é a vida além de pagar boletos? Breve reflexão sobre o dia-a-dia.

Julho está na sua última dezena e logo o final do ano aponta junto com a primavera e o verão. As chuvas aparecem e o frio dá lugar ao forte calor. Até o último dia do ano todos estaremos mais velhos, mais um aniversário se passou. Mais um ano está passando, dentre tantos outros. Mas, quando a gente para e pensa, qual é mesmo o sentido da vida?

O sentido da minha vida. A minha vida tem um sentido, a sua vida outro. Logo seu estimado futebol de domingo para mim não é nada importante. Assim como pra você minha pilha de novos livros pouco importa. Porque a primeira palavra que aparece no sentido da vida é a individualidade. Não há como viver a vida do outro, cada um nasce sozinho e encontra o seu próprio sentido.

Alegria, alegria. Felicidade é outro campo individual. Você deseja ver sua família feliz, mas não tem certeza se a felicidade está dentro do seu pai, por exemplo. Seria mais fácil se a gente almejasse momentos alegres, se fôssemos colecionadores de bons momentos. Não há como ser feliz o tempo todo, isso seria muito "poliana". A realidade não é fácil, então não há porque se culpar e buscar sem êxito essa tal felicidade. Permita-se viver bons momentos sempre que possível, é mais palpável.

Tenha seus gostos. Ouse ser quem você quer ser, sem pensar nos julgamentos alheios. Lute para ter e ser o que deseja, sem dar ouvidos para opiniões e modismos. Se conecte com o que faz sentido e te dá prazer. Permita-se viver com prazer.

Seja feliz na sua rotina. Dormir? que seja numa cama cheirosa e que seu sono seja reparador. Comer? que seja bons alimentos - sente-se à mesa, mastigue e saboreie o alimento. Trabalhar? agradeça, pois é do trabalho que vem o sustento; além de você ter estudado para conquistar um emprego. Pagar boletos? é sinal que você está consumindo: seu banho é quente, sua dispensa tem comida, seus impostos estão pagos e você encosta a cabeça no travesseiro, tranquilamente.

Seja questionador. O futuro é das pessoas questionadoras. Há muito para melhorar no país e no mundo, é preciso vontade para mudar. Comece questionando, tudo. Questione até planos de governo, você tem esse direito.

O propósito. Deita, levanta, come, trabalha. Isso é monótono perto da grandeza do universo. Arrisque-se a viver com mais propósito: comece tendo mais responsabilidade com suas coisas. Depois crie: um filho, um pet, um projeto. Transfira seus conhecimentos e use sua sabedoria para o bem da humanidade.

Cultive plantas. Tenha um gato ou um cachorro, ou vários. Faça amor. Tome um vinho. Leia o livro "Tudo é Rio", da Carla Madeira. Coma risoto. Doe uma cesta básica a quem precisa. Caminhe na praia. Ande de ônibus. Vá ao shopping. Faça churrasco. Medite. Assista séries. Beije seu filho. Faça amor, quantas vezes quiser. Visite sua mãe. Diga eu te amo para si próprio. Emagreça. Faça terapia. Vá ao show de cinquenta anos de carreira do Chitãozinho e Xororó e ouça umas modas de viola. Cante no chuveiro. Vá conhecer uma casa de swing. Passeie na Paulista no domingo. Coma pastel de feira. Reze. Seja voluntário nas festas da igreja. Sorria mais. Faça amor de novo.

Nada faz sentido? leia novamente. A resenha da vida é vivê-la. Simples assim.


Redação: Silvia Delforno



 


Portal Vila Mariana ® SP