Mapeamos  toda
pra
você.

 
 
Cadastre seu e-mail para receber nossos informativos.
 
 





Compartilhar

Publicado em 09/04/2021



PLANTIO DOMÉSTICO

Com a variedade de opções em supermercados, hortifruttis e serviços de delivery, muitas pessoas se esquecem sobre a origem do alimento que chega à sua mesa. Isso se torna mais latente nas gerações mais novas, que têm cada vez menos contato com a natureza ou até mesmo com o preparo das refeições. Mesmo em casas com quintal pequeno e apartamentos é possível experimentar as etapas do cultivo doméstico criando uma pequena horta para temperos e vegetais. O contato com a terra e acompanhar o crescimento das plantas pode se tornar um hobby saudável, para praticar conceitos como paciência, valorização do alimento, evitando desperdícios e a importância de não pular etapas em atividades importantes. Conceitos que podem ser sempre praticados por adultos e crianças. 

O objetivo principal em criar uma horta em casa é de estabelecer um contato maior com a natureza e exercer uma atividade que pode trazer benefícios para a vida familiar. Entre eles, a redução do stress, diminuição da ansiedade, maior integração entre os membros, entre outros impactos positivos para a qualidade de vida. Unindo o útil ao agradável, é possível também cogitar a possibilidade de prover alimentos, consumindo vegetais de procedência garantida e reduzindo os custos com compras no mercado e na feira. Evidente que para alimentar uma família seria necessário um espaço considerável e muitas horas de dedicação, mas com algumas pequenas colheitas pontuais, é possível experimentar a sensação de consumir algo cultivou, seja colhendo algumas folhas de hortelã para preparar um chá ou com alguns temperos para complementar o almoço no final de semana.  

Veja algumas opções que podem ser cultivadas em pequenos espaços:

  • Manjericão
  • Cebolinha
  • Hortelã
  • Pimentas
  • Alho
  • Tomate-cereja
  • Morango
  • Ora-pro-nobis
  • Taioba
  • Peixinho
Batatas no balde

Mesmo para alimentos geralmente cultivados diretamente no solo em canteiros e hortas espaçosas, existem algumas alternativas mais aplicáveis ao contexto urbano. Uma dessas opções é o cultivo de batatas em baldes. Além de otimizar espaço esse processo facilita bastante a colheita. Confira as etapas:

Escolha batatas frescas e de boa aparência, evite batatas já lavadas. Reserve essas batatas por alguns dias até que ela comecem a brotar, nesse período elas podem ser mantidas na geladeira.

Se as batatas forem grandes ou estiverem com muitos brotos, corte-as em pedaços, de forma que cada parte tenha um broto. Após cortadas, mantenha os pedaços secando por um ou dois dias, para que a batata pare de liberar o amido.

Para preparar os baldes, escolha dois baldes com tamanho semelhante ou que um seja ligeiramente maior, de forma que dê para encaixar um balde no outro. inicie furando os fundos dos dois baldes para que o excesso de água seja drenado, em seguida, corte retângulos grandes de tamanhos iguais em um dos baldes, de forma que reste apenas a "estrutura". Com o balde já cortado coloque-o no balde inteiro para iniciar a plantação.

Preencha metade do balde com terra, para esse tipo de plantio é recomendado utilizar terra com algum tipo de matéria orgânica que auxilie na fertilização, existem opções já prontas para compra e receitas de adubo caseiro utilizando resíduos da cozinha como casca de ovo, cascas de frutas e até mesmo de outras batatas.

Com cuidado, distribua os brotos pela terra, garantindo que cada broto tenha alguns centímetros de espaço dos demais. Após esse processo, cubra as batatas com mais terra e regue de modo que o solo fique úmido sem excesso.

Mantenha o balde em local arejado sem muita iluminação nos primeiros dias. Após surgirem as primeiras folhas passe a manter o balde em local com luz natural por algumas horas do dia, evitando o calor intenso.

Com o passar das semanas as folhas aumentaram e depois terão um aspecto mais ressecado e amarelado, nessa fase é a hora de realizar a colheita. Levante o balde cortado e colha as batatas.





RedaçãoRafael Caetano










Portal Vila Mariana ® SP