Mapeamos  toda
pra
você.

 
 
Cadastre seu e-mail para receber nossos informativos.
 
 





Compartilhar

Publicado em 03/04/2018

 "O Cortiço" - Uma História de Paixão e Ganância

 Adaptação do Clássico fará homenagem a Marielle Franco

  
A história que retrata a sociedade brasileira de 1890 parece que foi escrita por Aluísio de Azevedo nos dias de hoje. Mostra uma imagem muito parecida com a do Brasil atual.

Os conflitos e as desigualdades sociais do século 19 ainda persistem no século 21: pessoas vivendo em comunidades miseráveis e violentas, a exploração do homem pelo homem, o preconceito de raça e de gênero, a ganância e a corrupção.

Em “O Cortiço” Aluísio de Azevedo pinta um quadro áspero da realidade, mas se utiliza de uma paleta de cores que exala paixão, beleza e imaginação.

A Companhia Ágata de Artes escolheu a obra para o projeto Livro Vivo, que adapta clássicos da literatura para o palco. Nesta montagem levaremos o público a refletir sobre questões como etnia, classe social e o papel das mulheres. Simbolicamente faremos uma homenagem a Marielle Franco, que lutava para defender o ser humano e morreu por isso. A vereadora foi assassinada a tiros no Rio de Janeiro em março deste ano. 

Os personagens em cena revelarão como as pessoas são afetadas por sua posição social, ambiente e relações raciais. Homens que pisam uns nos outros, descartam as mulheres, desconsideram os mais humildes à medida que avançam na escada social. 

Quem espelha a ambição, o materialismo e a exploração humana é o dono do cortiço, o português João Romão que sacrifica seu próprio bem-estar para acumular dinheiro. Sua empregada, e também companheira, Bertoleza, personifica a escravidão e a exploração dos mais fracos.

Vizinha ao cortiço vive a família do rico Miranda, que conquistou bens, mas não a felicidade pessoal. Não possui nem mesmo a fidelidade da esposa Estela. Ele precisará fortalecer sua imagem pública para aparentar uma vida realizada, cheia de convenções.

Se o poder material não é atingido, muitos se valem da amoralidade para levar vantagens, como Botelho, que mora de favor na casa de Miranda e saberá tirar proveito econômico da amizade que estabelece com João Romão.

Se os homens se envaidecem de poder, o poder das mulheres está confirmado na sedução. A personagem Leocádia será capaz de usar o homem como um instrumento para conquistar uma nova vida com menos dificuldades.

O desejo e o calor sexual dos trópicos exalam pelos poros da personagem Rita Baiana, que encontra em Firmo uma cumplicidade para seus instintos, mas provocará o trabalhador imigrante Jerônimo. Em um conflito travado entre o bom senso e a paixão Jerônimo se entregará ao amor livre e à felicidade plena, sem respeitar sua mulher Piedade, que ficará devastada pela traição.

A história inclui ainda os jovens Pombinha, Henrique e Florinda que vivenciam a descoberta sexual e homossexual. Há ainda um contraste entre avida libertina da cafetina lésbica Leonie com os preconceitos e tradições das personagens Dona Isabel e Marciana.

Condensando toda a decadência humana do romance, está a figura do mendigo bêbado Libório. A fé e a religião vêm representadas pelos rituais, cartas e simpatias da Bruxa. 

Os conflitos serão emoldurados pelo coro das lavadeiras que afirmarão o poder feminino da sedução, transformação e contestação.

Há ainda a figura solene do narrador, que tal qual um mestre de cerimônias nos conduzirá pelos diálogos e cenas salpicadas de música, drama e comédia –todas as emoções transmitidas por essa obra-prima da literatura brasileira.


FICHA TÉCNICA

Direção e Adaptação: Silvio Tadeu  
Assistentes de Direção: Fábio Scheibe e Milton Ostronoff
Cenários:  Ronaldo de Lima 
Coreografia: Eduardo Mafalda
Elenco: Milton Ostronoff,Edivaldo Gomes,Beth Santos,Caio Pimenta,Ju Camata,José Luiz,Gigi Santos,Francisco Alves,Helena Gomes,Eduardo Silva,Henrique Possetti,Laureen Wolf,Tâmara Ostronoff,Ifigênia Armendani, Delta de Negreiros e Alessandro Colucci.


GANHE UM PAR DE INGRESSOS

Pra quem ficou com vontade de ver a peça temos uma ótima notícia. Basta acessar o link abaixo e responder corretamente a enquete que você pode ganhar um par de ingressos para assistir ao espetáculo "O Cortiço" !



SERVIÇO

Gênero:  Comédia
Duração: 60 Minutos 
Classificação: 12 Anos

300 Lugares 
Ar condicionado / Acessibilidade / Fran´s Café 
Endereço: Av. Imperatriz Leopoldina, 550 - Vila Leopoldina.
Estreia dia 8 de abril, às 19h.
Demais apresentações: 15/04, 29/04 e 06/05 às 19:00
Ingressos a R$20,00 (meia) e R$40,00.
 
   Links :  





Por Delta de Negreiros 
Jornalista 













dia 18 (Qua)
Meu amigo Enzo

Portal Vila Mariana ® SP