Mapeamos  toda
pra
você.

 
 
Cadastre seu e-mail para receber nossos informativos.
 
 




Compartilhar


Publicado em 12/06/2017


A HISTÓRIA DA VILA MARIANA


Você sabia que existe um livro publicado sobre o bairro da Vila Mariana?

Com o objetivo de registrar a memória dos bairros da capital paulista, o arquivo histórico municipal lançou em 1968 um concurso para eleger as melhores monografias sobre os bairros de São Paulo. 

Qualquer cidadão interessado pela história da cidade pode participar do concurso e inscrever sua monografia, os premiados são publicados pelo departamento.

Desde o início do concurso já foram publicados 33 títulos sobre diversos bairros da cidade. Entre eles, quatro são de bairros do distrito; Moema, Vila Clementino, Ibirapuera e Vila Mariana, além de publicações sobre a história de bairros próximos, como Aclimação e Ipiranga.

Alguns desses livros podem ser encontrados em sebos, escolas e bibliotecas públicas e também estão disponíveis em versão digital no site da secretária municipal de cultura.

O livro “ O Bairro de Vila Mariana”, participou da terceira edição do concurso e foi publicado em 1971. Nele o autor Pedro Domingos Masarolo conta diversas histórias e curiosidades sobre lugares e personagens da região.

Um dos mais relevantes para o desenvolvimento da Vila Mariana e por consequência bastante citado no livro, foi Carlos Petit. Filho de europeus que moravam na Consolação Petit, chegou à Vila por volta de 1855 e permaneceu até seus últimos dias. Foi o primeiro administrador do cemitério da Vila Mariana, vereador e tenente coronel da guarda nacional.  

Apesar de algumas versões que contam a história de outra forma, a versão mais aceita sobre a origem do nome Vila Mariana, aponta que foi Carlos Petit o responsável pelo nome do bairro, em homenagem a sua mãe Ana e sua esposa Maria.

Antes de ser denominado como Vila Mariana, o bairro já foi informalmente chamado por outros nomes como apenas “Vila” e “Cruz das Almas”, segundo o autor, o nome “Cruz das Almas” foi dado por conta de duas cruzes que haviam na rua Afonso Celso, local onde supostamente havia ocorrido o homicídio de dois irmãos. Ainda segundo o livro, no local onde haviam essas cruzes servia como ponto de referência para um atalho à quem tinha como destino a rua Santa Cruz. Justificando assim, a popularidade das cruzes, que por um período deram nome ao bairro.

Outro fato muito curioso apresentado no livro é de que algumas importantes vias da Vila Mariana mudaram de nome. Confira alguns exemplos:

Rua Carlos Petit – A rua que até o ano de 1903 era conhecida como Humberto I, teve seu nome modificado para homenagear Carlos Petit que vivia com sua família nessa rua. E então, outra rua do bairro foi nomeada como Humberto I.
Ambas permanecem com esses nomes até os dias atuais.

Rua Domingos de Morais – Uma das mais famosas ruas da região, até por volta de 1910 era conhecida como “Estrada do Carro”.

Rua Santa Cruz – A via que começa no cruzamento com a Rua Domingos de Morais, próximas à estação Santa Cruz, já foi conhecida como Rua Bela Vista.

Segundo o Arquivo Histórico Municipal, o projeto está sendo retomado para atualizar algumas informações das monografias publicadas e lançar novas edições do concurso que estimula a população paulistana a conhecer e compartilhar cada vez mais a história dos seus bairros.  


Confira todas as publicações: História dos Bairros de São Paulo

Rafael Caetano
Portal Vila Mariana










dia 18 (Qua)
Meu amigo Enzo






Portal Vila Mariana ® SP