Mapeamos  toda
pra
você.

 
 
Cadastre seu e-mail para receber nossos informativos.
 
 




 
Compartilhar


Publicado em 08/03/2019
 

DIA INTERNACIONAL DAS MULHERES:

UMA HISTÓRIA DE LUTA

O Dia Internacional das Mulheres celebrado no dia 08 de março, se torna a cada ano, uma data mais relevante como celebração dos direitos e da gratidão devida às mulheres do nosso cotidiano. Mas ao contrário de uma data simplesmente comemorativa e comercial, como tantas outras, o dia 08 de março representa um marco na contínua luta por direitos e respeito mútuo, na sociedade. Em 1975, a ONU definiu oficialmente que o dia 08 de março seria o Dia Internacional das Mulheres. Diversos fatos históricos contribuíram para a construção da data e principalmente, pela conquista de direitos sociais e trabalhistas para as cidadãs.

Entre 1909 e 1911, muitas mulheres da cidade de Nova York, nos Estados Unidos, atuavam como operarias nas fábricas da região, cumprindo jornadas diárias de até 16 horas, fora os compromissos domésticos, que na época, eram ainda mais empregados às mulheres. 

Descontentes com tal cenário, as operárias realizaram uma passeata no dia 26 de fevereiro de 1909, na cidade de Nova York para cobrar por melhores condições de trabalho. No ano seguinte, operárias russas, que viviam em condições similares começaram a se organizar, buscando pelo mesmo objetivo de conquistar melhores condições nas fábricas, que já eram ruins para os operários homens e ainda piores para as trabalhadoras. Eventos como esses, foram ganhando força e alcançado parcialmente seus objetivos. De acordo com o calendário utilizado na Rússia na época, no dia 23 de fevereiro, data equivalente ao 08 de março do calendário grego. Um grupo de mulheres saiu às ruas de Petrogrado, cidade hoje conhecida como São Petersburgo. As principais reivindicações eram denunciar que boa parte da população estava passando fome e demonstrar a oposição por parte da população, à Primeira Guerra Mundial. Tal ato é considerado como o primeiro marco de origem da Revolução Russa.

Tantos acontecimentos fomentando a luta das mulheres até os dias atuais, enriquecem a data como o principal dia para reflexão sobre os direitos iguais e respeito na sociedade.  Muitas conquistas como salários equivalentes e direito ao voto, foram adquiridas através do posicionamento e cobrança de milhares de mulheres fortes que lutaram e lutam diariamente.

Dia Internacional da Mulher 2019

Esse ano as mulheres terão diversas oportunidades para celebrar e discutir questões acerca do seu espaço na sociedade. Listamos uma série de eventos marcados para o dia 08 de março e o fim de semana que segue, onde o foco é todo delas. Confira:

MASP

Acervo em Transformação: Mulheres à Frente

Na semana do dia internacional da mulher — 8 de março —, as obras dos artistas homens serão instaladas no verso dos cavaletes. Esse gesto, além de destacar a produção das artistas mulheres, também chama a atenção para o desequilíbrio que existe entre o número de artistas homens e o número de artistas mulheres que há nesta exposição, um reflexo da coleção do museu. O coletivo de artistas estadunidense Guerrilla Girls realizou uma exposição no MASP em 2017 e criou um cartaz, aqui exposto, que aborda essa disparidade e sinaliza a necessidade de uma resposta da instituição para essas questões. As constantes transformações da exposição procuram também fortalecer a presença de artistas mulheres nesta galeria. O atual percentual dessas artistas em exposição é constantemente atualizado na planta-folheto, em contraposição aos 6% observados pelas Guerrilla Girls em outubro de 2017. Essa iniciativa ganha relevância particular no ano em que toda a programação do Museu é dedicada às Histórias das mulheres e às Histórias feministas.

Quando: de 08 à 10 de março
Endereço: Av Paulista, 1578
Entrada gratuita para mulheres no dia 08 de março


SESC VILA MARIANA

Projeto Latitudes: Afro Brasilidades com Criola

A oitava edição do Projeto Latitudes apresenta as influências afro-brasileiras no trabalho da graffiteira e “artivista” negra Criola. O painel “Afro Brasilidades” remete à própria vivência de Criola como mulher negra, descolonizada e artista livre. No mural, surgem as referências artísticas de sua ancestralidade, também ancoradas nas influências dos povos originários do Brasil.

O “Orí”, local sagrado para religiões de matrizes africanas, se interliga a “Iruna”, serpente espiritual que trás consigo a força do encontro do negro com o indígena. O desenho é pautado no resgate da história brasileira, mas também apresenta a contradição dos seres que são carregados de espiritualidade, sabedoria ancestral e que estão imersos na rotina das metrópoles.

Quando: até 10/03. De terça a sexta, das 7h às 21h30; sábado, 9h às 21h; domingo, das 9h às 18h30
Onde: Sesc Vila Mariana – Rua Pelotas, 141
Grátis

As Bahias e a Cozinha Mineira

O show “No coração do Brasil” é uma ode ao cancioneiro popular. Três vozes e um violão passeiam por clássicos da MPB, entre sambas, axés, choros e bossas, em reinterpretações sensíveis. No repertório: Caymmi, Dona Ivone Lara, Adriana Calcanhoto, Milton Nascimento e Luiz Melodia, de quem vem o verso que batiza o show.

As Bahias e a Cozinha Mineira apresentam novo show no Sesc Vila Mariana no Dia Internacional das Mulheres

Quando: 8 e 9/03, às 21h
Onde: Sesc Vila Mariana – Rua Pelotas, 141
Quanto: R$ 30 (inteira); R$ 15 (meia-entrada);  R$ 9 (credencial-plena)


AUDITÓRIO IBIRAPUERA

Drika Barbosa

A cantora e compositora Drik Barbosa, integrante do coletivo Rimas & Melodias, sobe ao palco – acompanhada pelo DJ Faul, pela backing vocal Kelly Souza e pelo multi-instrumentista Rodrigo Santos – para apresentar as músicas de Espelho (2018), seu primeiro EP. O show conta com a participação das cantoras Bia Ferreira e Yzalú e do grupo Slam das Minas.

Dia: sexta 8 de março de 2019
Horários: às 21h | Abertura da casa: 90 minutos antes do espetáculo
Duração: 70 minutos (aproximadamente)
Ingressos: R$ 30 e R$ 15 (meia-entrada) 
Classificação Indicativa: livre para todos os públicos


INSTITUTO MOREIRA SALLES

Maratona Wiki

A Wikipédia é uma ferramenta colaborativa que conta com mais de 40 milhões de artigos em 250 línguas, abordando uma infinidade de temas, mas um fato curioso é que mais de 90% do conteúdo inserido na plataforma foi publicado e editado por usuários do sexo masculino. Com o objetivo de ampliar a participação e representatividade das mulheres como produtoras de conteúdo na enciclopédia online e na web de modo geral, a maratona wiki é um evento que tem como objetivo reunir pessoas para revisar ou criar conteúdos relacionados à história de diversas mulheres que contribuíram para a aquisição de direitos e ou tiveram importante participação em áreas das artes e cultura.

Programação

Na atividade os participantes poderão conhecer mais sobre a enciclopédia colaborativa e serão orientados sobre como realizar suas contribuições.

9h às 11h - Apresentação da iniciativa e orientações gerais

11h às 12h - Visita guiada à exposição Claudia Andujar: a luta Yanomami

12h às 13h30 - Intervalo para almoço

13h30 às 17h - Maratona de edição 

Como Participar

Qualquer pessoa pode participar da maratona de edição, independentemente de experiência prévia ou identidade de gênero. Facilitadores estarão no local para ajudar os participantes.

Recomendamos que os interessados levem seus próprios computadores, mas haverá alguns disponíveis no local.

20 vagas

Lugares limitados, por ordem de chegada.

Para participar da atividade é necessário fazer inscrição online na maratona antes de chegar ao IMS Paulista.
Você pode entrar com sua conta da Wikipédia (iniciar sessão) ou criar uma conta nova (pedir uma conta).

Instituto Moreira Salles São Paulo

Avenida Paulista, 2424
CEP 01310-300 - São Paulo/SP
Tel.: (11) 2842-9120


CASA DAS ROSAS

Maratona Wiki

08/03 das 14h às 21h

Maratona de edição na Wikipédia: sexta-feira, 8 de março de 2019, das 14h às 21h 

Vagas: 20

Endereço: Av. Paulista, 37 

Evento Gratuito

A Casa das Rosas – Espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura, localizada na Av. Paulista, realiza no dia 8 de março, das 14h às 21h um evento especial para uma atualização em grupo focada nos artigos relacionados às questões de gênero, arte e feminismo. Antes do evento, será oferecida aula introdutória para iniciantes em edição na Wikipédia, no dia 27 de fevereiro. A participação nesse encontro é opcional. Traga seu laptop, cabo de energia e ideias para trabalhar em artigos que precisam ser atualizados ou criados. 

Para participar das atividades, faça sua inscrição online ou presencialmente, na recepção da Casa das Rosas, a partir de 15/2/2019, até o preenchimento das vagas. Para participar, é necessário criar uma conta na Wikipédia antes do dia 08/03.

 

Fontes:
BBC Brasil e Estadão


Redação: Rafael Caetano
Portal Vila Mariana













Portal Vila Mariana ® SP