Mapeamos  toda
pra
você.

 
 
Cadastre seu e-mail para receber nossos informativos.
 
 




Compartilhar

Publicado em 11/05/2015


A EMPRESA DE BOM HUMOR


Buscando o melhor desempenho do seu time de colaboradores, as empresas buscam diversificar a forma de se comunicar com a sua equipe, transformando o formalismo das palestras e treinamento em verdadeiros shows de comédia e jogos de integração.

São 08:30 da manhã na empresa "x".

Os funcionários estão no auditório á espera do que seria uma palestra dentro de uma semana de treinamento interno . 
De repente o que se houve é o som de um triângulo e um “repente” cuja letra nos remete  ao tema da palestra. Desfaz-se o clima formal e todos riem , cantam junto e relaxam para aprender o que virá a seguir.

Quem entra em  cena é o personagem Zé Punhal, interpretado pelo ator-palestrante Silvio Tadeu, que vai conversar com os colaboradores  sobre  Meio Ambiente , mais que necessário nesses anos de duro aprendizado com a escassez de água. 

As empresas hoje estão preocupadas em “desenvolver pessoas e não "treinar pessoas".
 
O desenvolvimento representa um conjunto de atividades que objetiva explorar o potencial de aprendizagem e a capacidade produtiva das pessoas, visando mudanças de comportamentos e atitudes bem como a aquisição de novas habilidades e conhecimentos. Tem como meta maximizar o desempenho profissional e motivacional do ser humano, melhorando os resultados e consequentemente gerando um bom clima organizacional.
 
Visa o aperfeiçoamento de desempenhos, aumento da produtividade e das relações interpessoais. Para isso, prepara o potencial humano frente as inovações tecnológicas e as constantes mudanças do mercado de trabalho, sendo o treinamento indispensável para a busca da qualidade total. Segundo Boog , o treinamento começa como uma resposta a uma necessidade ou a uma oportunidade em um ambiente organizacional. Estabelecer o valor faz com que o círculo completo do processo seja cumprido, pois enfoca as necessidades, os problemas e as oportunidades que ele originalmente visava a atender.

Com o passar do tempo e com a necessidade de inovar a comunicação com os colaboradores, novas formas de treinamento surgiram, e foram deixando os formalismos das palestras cada vez mais bem humoradas, com muitos jogos e participação da plateia. 


Palestra-Show como diferencial nos treinamentos 

Agora  são  10:30 na empresa “Y”.  

Todos os funcionários se acomodam no auditório e quem entra em cena é a personagem Neide Taubaté, uma apresentadora de talk-show, todos aplaudem, cantam  e também prestam atenção ao tema: Qualidade de Vida.
 
O  foco é conscientizar os funcionários sobre a importância da manutenção da saúde através de bons hábitos que incluem boa alimentação, corte do consumo de cigarro e bebidas alcoólicas.
 
As apresentações incluem  ainda, recursos audiovisuais, com projetor e trechos de filmes, jogos de integração e até construção de cenas teatrais pelos próprios funcionários. 

Investir no desenvolvimento de pessoas significa investir na qualidade de serviços que determinada empresa oferece, porém, esse investimento deve privilegiar todas as pessoas que participam da organização, pois os resultados decorrem das atividades do coletivo.


Fonte:  Psicologia e Treinamento 

Silvio Tadeu 
Ator e Palestrante 
(11) 4106-2507 / 98678-5420 




Compartilhar



COMENTÁRIOS


 
 












Portal Vila Mariana ® SP