Mapeamos  toda
pra
você.

 
 
Cadastre seu e-mail para receber nossos informativos.
 
 




Compartilhar

Publicado em 13/09/2017


"VAMP, O MUSICAL"

CHEGA A SÃO PAULO

 

Sucesso no Rio de Janeiro, “ Vamp” traz o ineditismo de uma novela que ganha os palcos e marca a despedida de Ney Latorraca dos palcos, cinema e TV. 

Aconteceu dia 12 de setembro a entrevista coletiva para a imprensa do musical “ Vamp”. 

Logo que chegamos ao Teatro Sérgio Cardoso, local de estreia, nesse fim de semana e onde se deu também a coletiva, nos deparamos com um agitado diretor global, Jorge Fernando, andando de um lado a outro. Mesmo vitimado esse ano por um AVC, sendo substituído por Diego Morais, mas ainda defendendo a direção geral do trabalho, o inquieto diretor, mesmo hospitalizado, ficou à frente do trabalho, que pelas cenas apresentadas à imprensa, traz a sua marca, ou seja, cenários expressivos, ritmo vibrante e iluminação impecável. 

A novela “Vamp”, comédia de terror que marcou toda uma geração nos anos 90 e até hoje é considerada “cult” pela legião de fãs que deixou, foi adaptada para o teatro pela Aventura Entretenimento, dos sócios Aniela Jordan, Fernando Campos, Luiz Calainho e Patrícia Telles. 

Após temporada de sucesso no Rio de Janeiro, o espetáculo musical estreia no dia 15 de setembro em São Paulo, no Teatro Sergio Cardoso.  Com concepção e direção geral de Jorge Fernando e direção de Diego Morais, que dirigiu ao lado de Jorge a novela “Êta mundo bom”, o espetáculo “Vamp, o musical” tem no elenco os protagonistas do folhetim, Claudia Ohana e Ney Latorraca.

Enquanto aguardávamos, foi a vez de Latorraca aparecer. Esse “jovem ator” de 74 anos, esbanjou sorrisos e fotos com dentes de vampiro, fazendo o que faz de melhor em cima dos palcos e pelo jeito, na vida: comédia. 

Assisti Ney pela primeira vez em 1992, na centésima apresentação de “O Mistério de Irma Vap”, que apresentava ao lado do amigo Marco Nanini. E lá estava o sempre “jovem” Latorraca; criativo, despojado, inteligente e acima de tudo... brilhante. Ele garantiu que esse será seu último trabalho, em teatro, cinema e televisão. Disse que a idade, já lhe permite ser mais recluso, e que, com o passar dos anos na profissão que escolheu, seu nível de exigência se tornou apurado demais. Duvidamos que ele vá conseguir se afastar da atividade que dedicou a sua vida. Acreditamos em seu nível de exigência. Para quem foi aluno de Ziembinski e tem como madrinha no teatro Marília Pera, traz na sua bagagem inúmeras telenovelas, filmes e espetáculos, só pode buscar o melhor e sempre!   Afirma também que, “Irma Vap” e “Vamp” são seus espetáculos de maior sucesso de público. 

A coletiva teve a abertura pelos sócios da Aventura Entretenimento, Aniela Jordan, Fernando Campos e Luiz Calainho, que garantem ser esse o maior projeto da empresa, que recentemente inaugurou o Teatro Riachuelo, outro empreendimento da empresa. 

Seguiu-se a sequência de uma cena, onde finalmente vemos a bela Cláudia Ohana em seu emblemático personagem “Natasha”.  Aranhas gigantes descem do teto, contracenam com a atriz, sob os acordes vibrantes da música “Noite Preta” a mesma da abertura da novela. 

Cláudia garantiu o prazer de estar ao lado do “professor” Jorge Fernando, com quem diz que aprendeu a fazer TV e teatro. Esbanja simpatia, espontaneidade e claro, belíssimas pernas! 

Mais uma sequência de cenas e acreditem, a música “Thriller”    de Michael Jackson, hino pop de terror lançado na década de 80 reaparece com uma nova coreografia nas mãos de Alonso Barros, com direito a referências a escola de samba. Aliás o estilo teatro de revista norteia a direção e faz de “Vamp” um espetáculo agradável que não caiu no caminho fácil das citações do vampirismo.

Enfim... um espetáculo imperdível. 


“VAMP,  o Musical”  


Ficha Técnica 

Texto – Antonio Calmon

Concepção e Direção Geral – Jorge Fernando

Direção – Diego Morais

Coreografia – Alonso Barros

Direção Musical, Arranjos e Preparação Vocal - Tony Lucchesi

Cenografia – José Claudio Ferreira

Figurino – Lessa de Lacerda

Visagismo – Martin Macias

Desenho de Luz – Maneco Quinderé

Desenho de Som – Carlos Esteves

Produção de Elenco – Marcela Altberg

Assistente de Direção – Pedro Rothe

Assistente de Coreografia – Alan Resende

Orquestração e Assistente de Direção Musical – Alexandre Queiroz

Assistente de Cenário - Daniele Fontes

Figurinista Assistente – Teresa Abreu

Elenco: Ney Latorraca, Claudia Ohana, Claudia Netto, Helga Nemeczyk, Luciano Andrey, Erika Riba, Pedro Henrique Lopes, Kevin Vechiatto, Livia Dabarian, Franco Kuster, Osvaldo Mil, Gabriella Di Grecco, Oscar Fabião, Isa Pagnota, Thais Morello, Kaleb Figueiredo, Gabriel Cordeiro, Talitha Pereira, Mari Amaral, Nathalia Serra, Giselle Lima, Vanessa Costa, Raquel Higa, Carol Botelho, Natacha Travassos, Renan Mattos, Lucas Nunes, Gabriel Querino, Fabio Cador, Daniel Cabral, Murilo Armacollo e Gustavo Della Serra.      
          
Realização – Aventura Entretenimento


SERVIÇO


Local: Teatro Sergio Cardoso (Rua Rui Barbosa, 153 – Bela Vista – São Paulo / SP)

Temporada: de 15 de setembro a 29 de outubro 

Horários: Sexta às 20h30, sábado às 17h e 21h, domingo às 16h30


Preços: 

Sexta: VIP R$ 100,00 – Plateia R$ 80,00 – Balcão R$ 40,00

Sábado 21h: VIP R$ 150,00 – Plateia R$ 120,00 – Balcão R$ 50,00 

Sábado 17h e Domingo: VIP R$ 130,00 – Plateia R$100,00 – Balcão R$ 50,00 

Capacidade: 835

Duração: 2h20 (com 15 min de intervalo)

Classificação etária: Livre
 



Silvio Tadeu
Colunista de Arte e Cultura

 




Portal Vila Mariana ® SP