Mapeamos  toda
pra
você.

 
 
Cadastre seu e-mail para receber nossos informativos.
 
 




Compartilhar

Publicado em 24/04/2015


GRETA GARBO, QUEM DIRIA...

ACABOU NO JABAQUARA

Em cartaz no Teatro Ressurreição, no bairro do Jabaquara, uma das comédias mais populares, de autoria de Fernando Mello, “Greta Garbo, quem diria, acabou no Irajá“, protagonizada  por Robson Vellado, Hilton Have e Ana Morisa. 

Muitos irão dizer : "Mais uma comédia?". 

Sim mais uma comédia!  E por que não?

Ainda que muitos torçam o nariz, a comédia atravessa milênios no palco, com público fiel. Tem como patrono o dramaturgo grego Aristófanes, que foi o primeiro a transformar o gênero em texto, que antes era relegado a intervenções cômica, intervalos nas tragédias. O gênero, na Antiga Grécia, era visto como uma "arte menor", diante da tragédia, que tinha a função educadora, enquanto que a comédia para alguns, "deseducava" o povo, com suas críticas mordazes, sátiras a homens públicos e malícias verbais. 



Apesar disso tudo a comédia resiste e faz o estilo de maior sucesso nas casas de espetáculos.

Na atualidade, o artista que não quiser recorrer ao "Stand Up", tem de saber  pinçar na extensa lista de títulos, o texto que mais possa explorar no palco, que o público possa rir e  ao mesmo tempo refletir.
 
A peça “Greta Garbo, quem diria, acabou no Irajá”, de Fernando Mello, foi escrita nos anos 70 para Nestor de Montemar, que a consagrou. Foi estrelada por Raul Cortez e Mário Gomes.

 



SOLIDÃO E CARÊNCIA

REVELAM O HUMOR


Pedro, um enfermeiro, sonha em ser Greta Garbo, a “diva do cinema”. Certa noite, ele encontra Renato, típico jovem sonhador, recém chegado à cidade grande cujo sonho é ser médico e o leva para casa. O combustível dessa ação é a ironia de Pedro que, diante do aparentemente inocente Renato, vai envolvendo-se cada vez mais sentimentalmente. Tudo vai indo bem até que Renato conhece  Mary e se envolve  com ela. Conflito esse que irá culminar em divertidas e hilárias situações cênicas, possibilitando ao público o prazer de uma comédia sofisticadamente artística além de promover o entretenimento nos faz refletir sobre as relações humanas em tempos de redes sociais . 

Conheço o trabalho do ator Robson Vellado a anos, e sei do seu critério ao escolher textos para encenar.  Ele, Hilton e Ana, atuam de forma  generosa e elegante, e garantem boa diversão sem maiores apelações, mesmo se tratando de um texto popular.  

Vellado ainda programa para esse ano, o lançamento do solo "Lá ...Naquele Lugar", texto de Sérgio Jockmann e Direção de Marcos Wainberg. 



Serviço: 

"Greta Garbo, quem diria, acabou no Irajá" 

Teatro Ressurreição  
Rua dos Jornalistas, 123
Jabaquara - São Paulo - SP

Temporada
Sábado 20h
11 de Abril a 30 de Maio de 2015


Ingressos
R$ 60,00

Descontos
50% para pessoas de idade igual ou superior a 60 anos. 
50% para estudantes.

Ficha Técnica
Texto: Fernando Mello 
Direção: Miriam Lins e Fábio Saltini 
Concepção Geral: Miriam Lins e Fabio Saltini 
Elenco: Hilton Have, Robson Vellado e Ana Morisa 
Diretor de Produção: Robson Vellado 
Trilha Sonora: Fábio Saltini Vídeos: Gabriel Bueno 

Realização: Vellado Produções Artísticas



Silvio Tadeu
Colunista de Arte e Cultura


 


Portal Vila Mariana ® SP